Recentemente na resíduos tóxicos Categoria

PARA TAPAR O BURACO

|

 

buraco_turquise.jpg

Está aberta a temporada de soluções para tapar o buraco! Desde o derramamento de óleo (na verdade de petróleo) no golfo do México, algumas soluções já foram colocadas em prática. Cito algumas delas:

 

Plano1: tapar o buraco com uma barra de concreto para que o óleo ficasse represado e não vazasse mais.

Resultado: falhou

 

Plano 2: o mesmo do 1, só que com um concreto maior ainda.

Resultado: o gás comprimido saiu pela culatra;

 

Plano 3: colocar uma grande soma de detergente para dissolver o óleo e minimizar os danos.

Resultado: esta medida não evitaria uma catástrofe ambiental e não poderia ser aceita isoladamente;

 

Plano 4: colocar fios de cabelo para que o óleo derramado fosse agregado aos fios de modo a reduzir a emissão de poluentes no mar.

Resultado: como o plano 3, não seria suficiente;

 

Plano 5: colocar um imenso tubo de mais de um quilômetro até atingir o buraco e enchê-lo com bolas de golfe e restos de borracha para drenar e solidificar uma barreira à saída de óleo.

Resultado: não funcionou simplesmente;

 

Plano 6: colocar um enorme funil para conseguir levar todo o gás e demais materiais para uma única direção e assim controlar a saída e até aproveitar o petróleo.

Resultado: Teve êxito parcial, mas ainda sobrou boa parte de óleo saindo pelas laterais. * Nota: na verdade esta solução já havia sido pensada pelo filho de 4 anos do meu amigo poucos dias antes.

 

Plano 7: chamar o Kevin Costner (que inclusive trabalhou em um filme em uma plataforma - Waterworld) para trazer máquinas dos sonhos (dream machines) capazes de separar o óleo da água. Para quem acha que é mentira: http://bit.ly/c4UjDq

Resultado: o contrato foi fechado com a British Petroleum, mas ainda não foi posto em prática.

 

Plano 8: O Obama sugeriu colocar uma série de super robôs para trabalhar em águas profundas para que fossem reparadas saídas de óleo e assim se pudesse melhor manusear o problema.

Resultado: já houve uma colisão entre robôs e a tampa de contenção levando os esforços à estaca zero;

 

Plano 9: Colocar material absorvente para retirar o óleo da água e salvar os peixes. Resultado: assim como os planos 3 e 4, trata-se de uma solução meramente paliativa.

* Nota: esta solução já havia sido prevista por minha mãe antes mesmo do plano 4 aparecer.

 

 

Novos planos poderão ser acrescentados à medida que forem surgindo. Caso o leitor tenha alguma solução em vista, a sugestão será bem-vinda aos comentários.


hood3.jpg

COMO ASSIM?

|
 A manchete da Folhaonline:

"   13/01/2010 - 21h11

Banco Mundial prevê que Haiti perderá 15% do PIB após tremor


da Efe, de Washington  "


Nota minha: Sem falar no fato de não ser bem hora para se falar sobre PIB (este desastre me tocou muito hoje), como podem estes senhores saber exatamente como será a recessão econômica se nem os jornalistas sabem ao certo o que está acontecendo por lá? (fala-se já em 100.000 mortos, mas isto ainda nem chega a uma estipulação) Será que alguém da economia me explica como alguém pode ter cálculos econômicos sem dados? Que coisa nojenta...


AVATAR

|
smurfs.png 

+

pocahontas_disney2.jpg 

=

avatar.jpg



Gilmar Mendes se encanta com mostra em Brasília

Presidente do STF visita a Casa Cor com sua Guimar e o advogado José Antonio Toffoli

gilmar.jpg

Acostumados a lidar com temas densos em sua rotina, o ministro Gilmar Mendes (54), presidente do Supremo Tribunal Federal, e José Antonio Toffoli (41), advogado Geral da União, apreciaram as belezas dos 63 ambientes que ocupam os 18 mil m2 da Casa Cor Brasília 2009, realizada no Clube do Servidor. Acompanhado da mulher, a advogada Guiomar Feitosa Mendes (57), com quem é casado há três anos, Gilmar passeou pelos espaços e ficou especialmente impressionado com o Quarto do Bebê, projetado por seus enteados, Arnaldo Pinho (26) e Daniele Feitosa (33). "Ficou lindo, aconchegante e, principalmente, seguro para um bebê. Os dois são muito talentosos", ressaltou ele. "Me orgulha essa parceria dos dois. Eles sempre foram muito unidos e se completaram neste projeto", elogiou Guiomar.


Encantado com a transformação do Clube do Servidor, que abrigará a Escola da Advocacia Geral da União e atividades da Casa da Justiça e da Cidadania, Toffoli não economizou elogios. "Estou impressionado. A Casa Cor promoveu a restauração de um patrimônio histórico do DF", disse ele, com a noiva, Roberta Rangel (37). "Os jardins são um capítulo à parte, o projeto de iluminação os valoriza ainda mais à noite", elogiou Roberta.

Na ocasião, a subsecretária de Informações, Promoções e Turismo do Governo do DF, Solete Foizer (47), sua sogra, Isaura Canhedo (72), e a sobrinha Ana Luiza Canhedo (8) também visitaram a mostra e foram ciceroneadas por Moema Leão (64) e Eliane Martins (44), sócias do empreendimento que presta homenagem ao paisagista Roberto Burle Marx (1909-1994), que completaria seu centésimo aniversário este ano.


Fonte: http://www.caras.com.br/edicoes/833/textos/gilmar-mendes-se-encanta-com-mostra-em-brasilia/

Eu já havia estado em São Paulo umas cinco vezes. Em nenhuma delas me ocorreu a estupefação que tive agora em minha viagem entre os dias 3 e 4 de Setembro. Como deveria realizar uma prova de doutorado no Largo São Francisco, hospedei-me em um hotel modesto nas proximidades da Praça da República. Sabia da má fama do local, mas como não pretendia sair à noite e o hotel era razoável tanto no conforto como no preço, decidi ficar por lá. Durante o dia, caminhei um pouco pelo centro da grande cidade. Passei pelo viaduto do chá para ir à faculdade de direito e depois nos sebos da Sé e, por fim, nas proximidades do mosteiro de São Bento. Eu já sabia que a Cracolândia estava por lá depois que mexeram na região da Luz, mas não sabia que a coisa era daquele tamanho. Nesta sexta vez, contudo, a cena do centro era tão depressiva que eu não sabia nem mesmo o que pensar. Esses dias assisti na TV algo sobre zumbificação no Haiti, e, olha, as imagens de São Paulo mostram a nudez do ser humano muito melhor. O crack zumbifica mais que veneno de baiacu, com certeza. Durante o dia os montes de mendigo deitados ou delirando nas ruas só não chocavam mais que as muitas crianças que jaziam inconscientes entre papelões molhados pela garoa nojenta. À noite arrisquei-me a olhar pela pequena fresta de janela que tive. Contei uns dez acendendo a pedra. E durante toda a noite era gritaria e polícia, etc. Realmente só consigo aqui dar uma breve descrição do que passei, mas é difícil saber o que pensar daquilo tudo. As pessoas passando quase por cima de outras e desviando todo o olhar para aqueles pedaços de carne fedendo a cachorro molhado. Sem palavras. Também ouvi que a prefeitura teria reduzido em São Paulo as verbas para a coleta de lixo, o que deve ter gerado toda a imundice. Isso também deve ter contribuído para a minha angústia, que também não crê em soluções higienistas. O mais curioso é que durante o dia os camelôs eram os únicos que animavam um pouco o centro de São Paulo, visto que os outros passavam com muita pressa para ver os dependentes de, que demonstravam um torpor muito grande para chegar a pensar em si mesmos. Acho que essa cena combinava completamente com a arquitetura fascista do Anhangabaú, com o gótico escuro em úmido de Santa Ifigênia ou Sé e com as grandes janelas de prédios art déco das proximidades. Gothan City, só que real demais. Aquelas cenas do ensaio sobre a cegueira, sem nenhuma grandiosidade ou lição de moral. Era só muita tristeza junta. E dizer que o crack é uma maneira daquela gente sair momentaneamente daquela atmosfera é o que mais chama a atenção. Enfim,  não culpemos apenas o crack para  toda aquela tristeza naquela cidade horrorosa e opressora. Olha, eu não quero vir aqui com discurso de Sul Maravilha, ou dizer que a minha cidade (Florianópolis) não tem crack ou problemas sociais, mas uma tristeza daquela, tanto pela lixarada, quanto pela mendicância, pressa ou chuva eu nunca presenciei. Detalhe que não vi Heliópolis. Se o leitor se decepcionou em ler até aqui o que ele mais ou menos vê na TV, o que eu posso dizer é que, até alguns meses atrás, São Paulo não estava assim. Mas não se pode pensar que algum dia não foi. A indigência sempre houve no Brasil e a miséria tem a função de conformar as ditas classes D e E sobre a sua condição, louvando a Deus por não estar naquele estado de zumbificação. Mas hoje essa vida nua está exposta descaradamente no centro da maior cidade do país. Tão manifesta quanto o velamento frouxo de tudo isso.

dinossauro-gaucho.jpg

Os nossos amigos gaúchos (nisto incluo riograndenses e argentinos) com certeza adoraram a nova série televisiva da RBS-TV (emissora da Globo no Rio Grande e em Santa Catarina). Segundo o documentário, os atuais pampas favoreceram a criação dos gigantescos dinossauros porque se localizavam antigamente no centro da única massa continental da Terra, a Pangea. Ou seja, fica cientificamente provado que Porto Alegre é mesmo o centro do mundo de jure.


Abaixo uma sinopse da reportagem. Os videos poderão ser assistidos na seguinte página do site clicRBS.


Continente Único - 8 de agosto

No Rio Grande do Sul foram encontrados os fósseis dos mais antigos dinossauros do mundo. Durante a união de todos os continentes em um só, chamado Pangéa, há 280 milhões de anos, a América do Sul era ligada a África. O Rio Grande do Sul situava-se no centro desse imenso continente e foi ali que surgiram os dinossauros. Nessa região são encontrados atualmente muitos fósseis desses animais pré-históricos. O primeiro programa mostra a formação da Pangéa, a posterior separação dos continentes e as condições para o surgimento dos dinossauros.





Os jornais (agência EFE) divulgaram a notícia, ok. Mas só aqui no Quarentena há uma tradução eletrônica da carta dos comunistas de São Petesburgo enviada a Madonna, que trata sobre a sua apresentação na antiga Leningrado a ser realizada em breve. Entre outras reivindicações, o grupo pede que Madonna cante canções revolucionárias e que experimente a culinária russa. Versão original disponível no site http://kplo.ru/



madonna-russia2.JPG

[KKOMMUNISTY] TURNED TO THE MADONNA Press E-mail 28.07.2009 g. In connection with the assigned to the 2nd of August concert of madonna over the palace area, the Communists of Petersburg and Leningrad region turned themselves to west priest- wonder with the open letter: Madonna! You arrive to Russia and intend to sing over the palace area. We, Communists, although we are not the worshippers of your creation, recognize after you talent and popularity among the music lovers, and we also respect you for the sympathy to the children of Africa. And although many representatives of Russian of community issued a call to forbid your concert, we decided to relate by your arrival with restraint. Sing. Image However, you do understand, in what place you will sing, make counter on the head, bridge, be missed on the fifteen-meter metallic uvula and stare eyes?! These are not only the historical center of the most beautiful city of peace, this place, where occurred the Great October Socialist Revolution, the assault of winter, arrest by revolutionary soldiers and by the sailors of cursed provisional government. Specifically, here, where workers now erect your expensive [nekrizisnuyu] scene, began for the entire world 1917- m to year new era. And you must understand your responsibility, fulfilling [shlyagery] in this place. Here it is not possible to twirl [popoy], to be lightly dressed, to be twisted on six and to [privechat] [lesbiyanok]. It is necessary to dress modestly, to sing melodiously and to remember about the standards of morals. We greatly request you, madonna, to include in our repertoire over the palace area any revolutionary song in the honor of participants in the assault of winter. For example, boldly comrades into the foot, the international or you by victim fell in the fight of fateful. Well, or at least Marseillaise. In its time of Edith [Piaf] sang it on the cruiser the aurora and you at least from the principle must not yield to Frenchwoman. We propose to you to include cap with the red ribbon, seaman pea jacket, vest and Mauser in our stage cloakroom. And, the certainly Red Banner of labor. You be sequential to the end - indeed you compared [Makkeyna] with Hitler, scolded war in Iraq and praised Martin Luther King. Before the performance of revolutionary songs to you remained one step. And then we will arrive on your concert, if party payments are sufficient. We want to also directly express our criticism to you. You superficially approached the acquaintance with Russia. Instead of that word,withwhich you would turn herself to the Russian worshippers, better would learn name "Lenin" or USSR these words know in our country and it is old and the Mladas. Furthermore, us offends the fact that you you will bring with yourself your food. Russian kitchen is one hundred times better than the English, where one viscous bunting alone and cloying puddings. Try our pancakes, cabbage soups and fresh milk and you will understand, as much lost into [zhizni]" Bureaus of the Central Committee KP


youth.jpg





"OU, PELO MENOS, A MARSELHESA"


Essa acaba de sair no Estadão e merece destaque, já que demonstra a que ponto de desespero chegou a tucanagem e a mídia.

FHC diz estar disposto a ampliar diálogo com Lula

RENATO ANDRADE - Agencia Estado

terça-feira, 7 de julho de 2009

O ex-presidente Fernando Henrique Cardoso se mostrou disposto a ampliar o diálogo com o governo Luiz Inácio Lula da Silva, mas disse que a iniciativa tem de ser tomada por quem está no Poder. Durante a solenidade de comemoração dos 15 anos do Plano Real, no plenário do Senado, o líder do PT na Casa, Aloizio Mercadante (SP), defendeu uma conversa frequente entre Lula e FHC. "Quem pode dizer ''vamos juntos'' não sou eu, é quem está por cima", respondeu Fernando Henrique. "Quando estive por cima, eu tentei", acrescentou, referindo-se às tentativas de diálogo com o PT durante seus dois mandatos.

 

Será que FHC ou os jornais tucanos perderam a noção do ridículo?

 

 

Lulafhc2.JPG

                                  "... Jesus,  o que é que essa mala vai querer dizer agora ..."

 

Quando alguém nos pergunta se vamos bem quando nos encontra na rua, por politesse, respondemos de pronto: "Tudo vai bem e com você?" Ou seja, ainda que a vida esteja um caos, dizemos umas mentirinhas para não ser desagradáveis, mesmo quando aquele que nos interpela é uma "mala". E depois disso vai cada um pro seu lado pensar em outra coisa e levar sua vida. Parece, no entanto, que o Fernando Henrique levou completamente a sério a sugestão palaciana de Mercadante, achando que os petistas estão morrendo de vontade em escutar as palavras de sabedoria do PSDB. Mais do que isso, o presidente aposentado tem um ego tão grande e ridículo que acha que sua companhia é um privilégio ou que o país estaria melhor com seus conselhos. Tudo bem, até concordo que por política ou politesse alguns encontros intrapartidários possam ocorrer, mesmo que por puro espetáculo. Daí essas fotos de Dilma com Serra, Lula com Sarney, Heloísa Helena com ACM, etc. Mas achar que mala do FHC seja uma figura política atualmente proeminete é cômico demais.

Em seu blog, o colunista da Veja Reinaldo Azevedo diz publicamente que defende o golpe em Honduras e que o verdadeiro golpe fera a política de Zelaya. Como está no blog "A Torre de Marfim" eu também digo que não sabia nada sobre Honduras ou sobre o presidente. No entanto, o mínimo para um liberal e democrata decente seria defender que, caso a Suprema Corte tenha sido desrespeitada, que um processo de Impeachment se inicie no Congresso do país. Defender a deposição de um presidente por meio de armas é algo impensável de ser apoiado.

 Agora acho que vou começar a falar da Veja e do Estadão (que publicou notícias bem tendenciosas) segundo a nomenclatura proposta pelo Pauo Henrique Amorim, ou seja, esses atuantes da mídia são o PIG (Partido da Imprensa Golpista). Ainda mais que meu blog teve recentemente várias alusões a porcos. Antes que eu me esqueça aqui vai uns trechos do Azevedo:

Quem é mesmo o golpista em Honduras? POR ENQUANTO, Forças Armadas garantem Constituição democrática

domingo, 28 de junho de 2009 | 16:52

(leia primeiro o post abaixo)
Quem é golpista em Honduras? Os militares? Por enquanto, não! Por enquanto, eles estão cumprindo sua função constitucional. Constatar o que digo é fácil: basta saber ler. Manuel Zelaya, presidente que foi levado à Costa Rica pelos militares, é um palhaço chavista, teleguiado por Caracas. Tentou reproduzir em Honduras o modelo de instalação de ditaduras posto em prática na Venezuela, na Bolívia e no Equador. O Beiçola de Caracas lidera uma fila de delinqüentes que decidem recorrer à democracia para implementar regimes de força.

Zelaya queria fazer um referendo que foi declarado ilegal pelo Congresso, pela Promotoria e pelo Poder Judiciário. Nada menos. No seu próprio partido, o apoio não foi unânime. Deu ordens aos militares consideradas inconstitucionais pela Justiça. Nesses casos, fazer o quê? Boa questão, não é mesmo? É preciso chamar a democracia de uniforme se todo o resto vai para  o brejo.


CHAMAR A DEMOCRACIA PELO UNIFORME!!!! Vejam a que ponto o PIG chegou.

O BRASIL NUNCA TEVE UMA DIREITA DECENTE. Talvez tenhamos tido alguns conservadores (penso no Centro Dom Vidal, uns retrógrados em um país de miseráveis, mas inteligentes sem dúvida) que de forma alguma era idiotas, mas Liberais mesmo está difícil de achar.

Se algum leitor tiver uma sugestão fico grato em receber.

porcos.jpegIngênuo é quem pensa que este código ambiental louco de Santa Catarina vai ser declarado inconstitucional e que, por esta via, a justiça será feita através do bom funcionamento das instituições. A lei foi feita de forma completamente absurda, mas sem o intuito de vigorar indefinitivamente. Em outras palavras, a pouca vergonha foi tão grande que nem se pensou em fazer uma lei que desse um "jeitinho" de burlar a legislação federal. O que se passou foi um texto que entrou em vigor para ser declarado inconstitucional mas que, durante um mês ou dois, vai vigorar. Isto é tempo mais do que suficiente para adaptar as construções de forma que os porcos light defequem diretamente nos rios (ou a 5 metros dele) ou que se contrua casas na beira do rio Itajaí-Açu ou ainda que se acabe com as matas de restinga no litoral. Depois que a lei for revogada as obras estarão lá e daí são uns 20 anos no judiciário para discutir direito adquirido ou ato jurídico perfeito visto que será dito que na época existiam 2 leis sobre o tema e que um delas (a mais específica) permitia determinada construção. Este é um caso flagrante de uma norma feita com uma função específica de privilegiar um ou outro interessado.
Resumo: todos ficam felizes! O empresariado tem o que quis, o governador se orgulha da consistência dos leitões e o Ministério Público acha que riu por último.